A partir do trabalho desenvolvido pelo Ministério da Agricultura, o Sebrae-RJ através de um convênio com a Fundação Bio Rio e os produtores, iniciou-se a implantação de novas metodologias de processo e a modernização das instalações, sem alteração das características regionais de fabricação, visando melhoria na qualidade e aumento na produtividade. Com essas iniciativas e a organização dos produtores, novos alambiques foram surgindo. Atualmente, sete estão em atividade no município e mais dois deverão estar operando até o final de 2008.